sociais

Ao pensar na internet, “pense sempre em pessoas: uma rede de pessoas” que buscam informações, que querem diversão e que estabelecem relacionamentos. Sim, RELACIONAMENTOS de pessoas e marcas, marcas e pessoas, tudo isso nos ambientes das Redes Sociais.

Hoje, o consumidor, não aceita mais ser apenas espectador. Ele interage, Ele quer se relacionar. Então, comece agora a se relacionar com os seus clientes e consumidores no Facebook e Twitter através das melhores práticas de internet marketing!

Nós da FortLink, desenvolvemos layout personalizado para a sua Fan Page e lhe orientamos com dicas de como mantê-la atualizada com informações pertinentes que despertem a atenção de seus clientes.


A importância das redes sociais para as empresas
Muitas transformações do mercado estão fazendo as empresas reverem o seu relacionamento com o consumidor. O Facebook virou página de cliente fã, o Twitter virou painel de notícias e comunicação direta com o consumidor, o Instagram e o Foursquare já fazem parte do dia a dia de muitas marcas. O contágio emocional está atraindo as empresas para diversas redes sociais.

E as empresas, como estão atuando com tudo isso?
Nenhuma empresa quer ficar de fora, pois sabe que, atualmente, estar próximo do consumidor é mais do que abrir canais de venda perto de suas casas, vai além de jogar panfletos debaixo da porta e está longe de ligar tarde da noite oferecendo o seu serviço. O relacionamento com o consumidor atual está nas redes sociais. Por isso, criar uma Fan Page no Facebook é uma das primeiras atitudes tomadas pelas marcas. No entanto, não adianta postar sua descrição institucional idêntica ao seu web site, sentar e esperar que os fãs batam a sua porta. Também não se restringe em utilizar recursos como “Crtl C + Crtl V” com matérias já publicadas e entupir sua rede com conteúdo desatualizado. O planejamento é o primeiro passo.

Profissionais especializados utilizando as plataformas de comunicação da maneira correta fazem com que as empresas consigam um posicionamento adequado diante do consumidor atual.
A entrada de uma marca nas redes sociais não é uma campanha publicitária e sim uma campanha de relacionamento e deve, por isso, ser tratada como tal. O lançamento pode ser realizado etapa por etapa, em mídias diferentes, não necessariamente de modo simultâneo. Também é importante não gerar conteúdos idênticos para as mídias envolvidas. Lembre-se que a dinâmica na internet é enorme, ninguém quer ler a mesma coisa, diante da infinidade de informações disponíveis.

As linhas editoriais são pontos a considerar, principalmente quando sabemos que conteúdo de qualidade atrai mais seguidores, fãs e futuros clientes. Outro detalhe é humanizar as conversas na rede. A formalidade pode ser deixada dentro dos escritórios. Bom dia e boa noite são muito bem vindos às redes sociais. Responder de modo ágil também soma pontos, assim como monitorar e falar individualmente com cada um, colabora com a estratégia.

Além dos textos, as plataformas de imagens e vídeos são essenciais para não deixar o perfil da marca monótono. Algumas pesquisas revelam, por exemplo, que as pessoas passam cerca de 16 minutos por dia no Flickr (site de imagens) contra 8 minutos no Facebook. Já no Twitter são 20 minutos contra 10 no LinkedIn. (fonte: Google AdPlanner)

Fazer bom uso das redes sociais não é tão fácil quanto possa parecer. Exige ainda elaboração, criatividade, envolvimento e investimento. Quando mal realizada, esta prática pode ser interpretada como Spam e aí toda a estratégia irá por água abaixo. Mesmo assim, a entrada de uma marca nas redes sociais é hoje um dos principais meios de comunicação entre a empresa e seus clientes. Muitos consumidores preferem utilizar as diversas plataformas disponíveis através das redes sociais para sanar dúvidas, fazer elogios ou reclamações ao invés de utilizar o telefone ou um endereço de e-mail. Não fazer parte deste meio é perder mercado, credibilidade e consequentemente valor de marca.

Compartilhe!